Gestão de Pessoas

Teste de personalidade MBIT: saiba mais sobre você e sua equipe

17 min de leitura | 08 de outubro 2021

Os 16 tipos de personalidade foram criados por Isabel Myers e Katharine Briggs, desenvolvedoras do teste de personalidade MBIT. Myers e Briggs criaram sua tipologia de personalidade para ajudar as pessoas a descobrirem seus próprios pontos fortes e obter uma melhor compreensão de como as pessoas são diferentes.

Ao descobrir o seu tipo de personalidade, você entenderá mais claramente por que faz as coisas que faz. É uma ferramenta que permite adquirir confiança em seus pontos fortes, de modo que você se sinta mais capaz de tomar decisões adequadas à sua verdadeira natureza.

 

Sobre o teste de personalidade MBIT

O tipo de personalidade é um sistema de categorização de pessoas de acordo com suas tendências de pensar e agir de maneiras específicas. A tipagem de personalidade tenta encontrar as maneiras mais amplas e importantes pelas quais as pessoas são diferentes e dar sentido a essas diferenças classificando as pessoas em grupos significativos.

O objetivo do inventário de personalidade Myers-Briggs Type Indicator® (MBTI®) é tornar a teoria dos tipos psicológicos descritos por C. G. Jung compreensível e útil na vida das pessoas. A essência da teoria coloca que muitas variações aparentemente aleatórias no comportamento são, na verdade, bastante ordenadas e consistentes, devido a diferenças básicas nas maneiras como os indivíduos preferem usar sua percepção e julgamento.

“A percepção envolve todas as maneiras de se tornar ciente de coisas, pessoas, acontecimentos ou ideias. O julgamento envolve todas as maneiras de chegar a conclusões sobre o que foi percebido. Se as pessoas diferem sistematicamente no que percebem e em como chegam a conclusões, então é razoável que elas tenham diferenças correspondentes em seus interesses, reações, valores, motivações e habilidades”, analisam as desenvolvedoras do teste.

Ao desenvolver o Myers-Briggs Type Indicator, a ideia de Isabel Briggs Myers e de sua mãe, Katharine Briggs, era tornar os insights da teoria dos tipos acessíveis a indivíduos e grupos. Elas abordaram dois objetivos no desenvolvimento e aplicação do instrumento MBTI:

 

  • A identificação das preferências básicas de cada uma das quatro dicotomias especificadas ou implícitas na teoria de Jung.
  • A identificação e descrição dos 16 tipos distintos de personalidade que resultam das interações entre as preferências.  

 

O básico da tipologia de Jung

Jung chamou a atitude geral de preferência extroversão-introversão, uma vez que reflete a atitude de um indivíduo em relação ao mundo externo distinguido pela “direção do interesse geral”: o extrovertido mantém afinidade e fontes de energia do mundo exterior, enquanto o introvertido é o contrário – seu interesse geral está voltado para seu mundo interior, que é a fonte de sua energia.

Como mencionado acima, Jung introduziu um par de funções de julgamento (racionalidade e sentimento) e um par de funções de percepção (sensorial, ou “sensação”, e intuição).

A preferência por Sensorial-Intuição representa o método pelo qual se percebe a informação: sensorial significa que um indivíduo depende principalmente de informações concretas e reais – “na medida em que os objetos liberam sensações, eles adquirem mais importância” -, enquanto a intuição significa que uma pessoa confia em sua concepção sobre as coisas com base em sua própria compreensão do mundo. 

A preferência Racionalidade-Sentimental indica a maneira como um indivíduo processa as informações. Preferência por racionalidade significa que um indivíduo toma decisões com base no raciocínio lógico e é menos afetado por sentimentos e emoções. 

Preferência por sentimental significa que a base para as decisões de um indivíduo é, principalmente, sentimentos e emoções.

 

O polo dominante

Jung introduziu a ideia de hierarquia e direção das funções psicológicas. De acordo com ele, uma das funções psicológicas seria primária (também chamada de dominante). Em outras palavras, um polo das duas dicotomias domina o resto dos polos. 

A preferência Extroversão-Introversão define a direção da função dominante: a direção aponta para a fonte de energia que a alimenta, ou seja, o mundo externo para extrovertidos e o mundo interno para introvertidos.

Jung sugeriu que uma função do outro par seria secundária (também chamada de auxiliar), mas ainda seria “um fator determinante” [Jung, 1971]. Ou seja, se a Intuição é dominante, então o auxiliar é Racionalidade ou Sentimento. Se o Sensorial é dominante, então o auxiliar também pode ser Racionalidade ou Sentimento. No entanto, se a Racionalidade é dominante, então o auxiliar é Sensorial ou Intuição, e se o Sentimental é dominante, então o auxiliar é Sensorial ou Intuição. 

Em outras palavras, a função auxiliar nunca pertence à mesma dicotomia.

Jung chamou os tipos sentimento e pensamento de “racionais” porque são caracterizados pelo domínio das funções de julgamento que fornecem a razão de raciocínio (seja pensamento ou sentimento). 

A preferência “racional” ou de julgamento resulta em pensamentos, sentimentos, respostas e comportamentos que operam conscientemente de acordo com certas regras, princípios ou normas. Pessoas com preferência “racional” ou julgadora dominante percebem o mundo como uma estrutura ordenada que segue um conjunto de regras.

Ele chamou os tipos sensorial e intuitivo de “irracionais”, porque são caracterizados pelo domínio das funções da percepção (seja sensorial ou intuição) e, portanto, suas “comissões e omissões não são baseadas em julgamento racional, mas na intensidade absoluta da percepção”. 

Preferência “irracional” ou de percepção opera com oportunidades, ou seja, com uma gama de resultados possíveis, originados de premissas assumidas ou de sensações, principalmente impulsionadas pelos processos inconscientes. 

Pessoas com preferência dominante “irracional” ou de percepção veem o mundo como uma estrutura que pode assumir várias formas e resultados. É possível determinar, seja por observação ou por fazer certas perguntas, a preferência de Julgamento vs. Percepção e a força disso em uma pessoa.

Abaixo explicamos de forma mais simples os significados de cada letra do teste de personalidade MBIT.

 

Qual é o significado das quatro letras em um tipo de personalidade?

Cada uma das quatro letras em um código do teste de personalidade MBIT representa uma preferência em seu estilo de pensamento ou comportamento.

 

I / E – Introversão ou Extroversão

A dimensão de introversão/extroversão descreve como uma pessoa gerencia sua energia.

Os introvertidos se sentem mais estimulados ao passar um tempo sozinhos ou com um pequeno grupo. Eles tendem a ser mais reservados e atenciosos.

Extrovertidos são energizados por passarem tempo com pessoas e em ambientes movimentados e ativos. Eles tendem a ser mais expressivos e francos.

 

S / N – Sensorial ou Intuição

A dimensão Sensorial/Intuição descreve como um indivíduo processa as informações.

Os sensoriais se concentram em seus cinco sentidos e estão interessados ​​nas informações que podem ver, ouvir, sentir diretamente e assim por diante. Eles tendem a ser aprendizes práticos e costumam ser descritos como “práticos”.

Os intuitivos se concentram em um nível de pensamento mais abstrato; eles estão mais interessados ​​em teorias, padrões e explicações. Frequentemente, estão mais preocupados com o futuro do que com o presente e costumam ser descritos como “criativos”.

 

T / F – Racional ou Sentimental

A dimensão Racional/Sentimental descreve como as pessoas tomam decisões.

Os racionais tendem a tomar decisões com a cabeça; eles estão interessados ​​em encontrar a escolha mais lógica e razoável.

Os sentimentais tendem a tomar decisões com o coração; eles estão interessados ​​em como uma decisão afetará as pessoas e se ela se encaixa em seus valores.

 

J / P: Julgadores ou Perceptivos

A dimensão Julgadores/Perceptivos descreve como as pessoas abordam a estrutura em suas vidas.

Os julgadores apreciam a estrutura e a ordem; gostam de coisas planejadas e não gostam de mudanças de última hora.

Perceptivos apreciam flexibilidade e espontaneidade; eles gostam de deixar as coisas abertas para que possam mudar de ideia.

 

O seu tipo de personalidade

Ao decidir sobre sua preferência em cada pergunta do teste, você receberá seu próprio tipo de personalidade expresso como um código com quatro letras.

Os 16 tipos de personalidade do teste de personalidade MBIT estão listados aqui: 

  • INTP – Lógico
  • INTJ – Arquiteto
  • ENTJ – Comandante
  • ENTP – Inovador
  • INFJ – Advogado
  • INFP – Mediador
  • ENFJ – Protagonista
  • ENFP – Ativista
  • ISTJ – Logístico
  • ISFJ – Defensor
  • ESTJ – Executivo
  • ESFJ – Cônsul
  • ISTP – Virtuoso
  • ISFP – Aventureiro
  • ESTP – Empresário
  • ESFP – Animador

 

Não há julgamento de valor, um tipo não é considerado melhor ou pior do que outro. O objetivo de saber o tipo de personalidade é compreender e apreciar as diferenças entre as pessoas. 

O teste MBTI realiza a classificação por preferências e não mede traço, habilidade ou caráter. É diferente de muitos outros instrumentos psicológicos e de outros testes de personalidade.

A melhor razão para escolher o instrumento MBTI para descobrir seu tipo de personalidade é que centenas de estudos nos últimos 40 anos provaram que o instrumento é válido e confiável. 

Em outras palavras, ele mede o que diz que faz (validade) e produz os mesmos resultados quando dado mais de uma vez (confiabilidade). Quando quiser um perfil preciso do seu tipo de personalidade, pergunte se o instrumento que você planeja usar foi validado.

A teoria do tipo psicológico foi introduzida na década de 1920 por Carl G. Jung. A ferramenta MBTI foi desenvolvida na década de 1940 por Isabel Briggs Myers e a pesquisa original foi realizada nas décadas de 1940 e 1950. Esta pesquisa está em andamento, proporcionando aos usuários informações atualizadas e novas sobre o tipo psicológico e suas aplicações. 

Milhões de pessoas em todo o mundo realizam o teste a cada ano, desde sua primeira publicação em 1962.

 

Os 16 tipos de personalidade MBIT

 

INFP – Mediador

INFPs são idealistas imaginativos, guiados por seus próprios valores e crenças fundamentais. Para um Mediador, as possibilidades são fundamentais; a realidade do momento é apenas uma preocupação passageira. Eles veem potencial para um futuro melhor e buscam a verdade e o significado com seu próprio talento.

 

INTJ  – Arquiteto

INTJs são solucionadores de problemas analíticos, ansiosos para melhorar sistemas e processos com suas ideias inovadoras. Eles têm o talento de ver possibilidades de melhoria, seja no trabalho, em casa ou em si mesmos.

 

INFJ – Advogado

INFJs são nutridores criativos com um forte senso de integridade pessoal e um impulso para ajudar os outros a realizarem seu potencial. Criativos e dedicados, eles têm o talento de ajudar os outros com soluções originais para seus desafios pessoais.

 

INTP – Lógico

INTPs são inovadores filosóficos, fascinados por análise lógica, sistemas e design. Eles estão preocupados com a teoria e procuram a lei universal por trás de tudo o que vêem. Eles querem compreender os temas unificadores da vida, em toda a sua complexidade.

 

ENFP – Ativista

ENFPs são criadores centrados nas pessoas com foco nas possibilidades e um entusiasmo contagiante por novas ideias, pessoas e atividades. Energéticos, calorosos e apaixonados, os ENFPs adoram ajudar outras pessoas a explorar seu potencial criativo.

 

ENTJ – Comandante

ENTJs são líderes estratégicos, motivados para organizar mudanças. Eles são rápidos em ver a ineficiência e conceituar novas soluções, e gostam de desenvolver planos de longo prazo para cumprir sua visão. Eles se destacam no raciocínio lógico e geralmente são articulados e perspicazes.

 

ENTP – Inovador

ENTPs são inovadores inspirados, motivados a encontrar novas soluções para problemas intelectualmente desafiadores. Eles são curiosos e inteligentes e procuram compreender as pessoas, os sistemas e os princípios que os cercam.

 

ENFJ – Protagonista

ENFJs são organizadores idealistas, motivados a implementar sua visão do que é melhor para a humanidade. Frequentemente, atuam como catalisadores do crescimento humano por causa de sua capacidade de ver o potencial de outras pessoas e de seu carisma em persuadir os outros a concordarem com suas ideias.

 

ISFJ – Defensor

Os ISFJs são zeladores diligentes, leais às tradições e organizações. Eles são práticos, compassivos e atenciosos, além de motivados a prover para os outros e protegê-los dos perigos da vida.

 

ISFP – Aventureiro

Os ISFPs são zeladores gentis que vivem no momento presente e apreciam o ambiente com entusiasmo alegre e discreto. Eles são flexíveis e espontâneos e gostam de se deixar levar, para aproveitar o que a vida tem a oferecer.

 

ISTJ – Logístico

Os ISTJs são organizadores responsáveis, orientados para criar e fazer cumprir a ordem nos sistemas e instituições. Eles são limpos e organizados, por dentro e por fora, e tendem a ter um procedimento para tudo o que fazem.

 

ISTP – Virtuoso

Os ISTPs são artesãos observadores com conhecimento de mecânica e interesse na solução de problemas. Eles abordam seus ambientes com uma lógica flexível, procurando soluções práticas para os problemas em mãos.

 

ESFJ – Cônsul

ESFJs são ajudantes conscienciosos, sensíveis às necessidades dos outros e energicamente dedicados às suas responsabilidades. Eles estão altamente sintonizados com seu ambiente emocional e atentos tanto aos sentimentos dos outros quanto a percepção que os outros têm deles.

 

ESFP – Animador

ESFPs são artistas vivazes que encantam e envolvem as pessoas ao seu redor. Eles são espontâneos, enérgicos e gostam de se divertir. Demonstram prazer com as coisas ao seu redor: comida, roupas, natureza, animais e principalmente pessoas.

 

ESTJ – Executivo

ESTJs são tradicionalistas trabalhadores, ansiosos por assumir o comando da organização de projetos e pessoas. Ordenados, obedientes às regras e conscienciosos, ESTJs gostam de fazer as coisas e tendem a realizar os projetos de maneira sistemática e metódica.

 

ESTP – Empresário

ESTPs são enérgicos caçadores de emoções que dão o melhor de si quando apagam incêndios, sejam literais ou metafóricos. Eles trazem uma sensação de energia dinâmica para suas interações com outras pessoas e com o mundo ao seu redor.

 

Você pode realizar o teste de personalidade MBIT gratuitamente no site 16 Personalities. Compreendendo mais sobre você, é possível identificar suas potencialidades. Outra ferramenta interessante é a Matriz de Eisenhower, veja aqui como ela funciona.