Gestão de Pessoas

Team building no trabalho remoto: 7 ideias para quebrar a rotina, criar conexões e fortalecer a equipe

15 min de leitura | 15 de março 2022

Alguma vez na vida você já sentiu que não pertencia a algum lugar, seja por falta de identificação ou por mera exclusão por parte das pessoas que o frequentam? Sem dúvida, este não é um sentimento agradável. As atividades propostas pelo team building remoto visam, justamente, combater situações como essa no ambiente virtual de trabalho.

Quem trabalha feliz produz, em média, 31% mais e tem três vezes mais criatividade, de acordo com um estudo feito pela Universidade da Califórnia.

Mas o dado mais revelador dessa pesquisa é que nem sempre essa felicidade está relacionada ao salário, mas sim, com o quanto a pessoa colaboradora se sente parte do sucesso da empresa e no quanto o ambiente é saudável. 

Porém, como ter um bom clima organizacional virtualmente? Como manter unida, feliz e produtiva uma equipe composta por pessoas geograficamente distantes, com personalidades e culturas distintas? Como preservar a cultura da empresa nesse modelo de trabalho? Apenas reuniões periódicas não são suficientes para isso.

É neste aspecto que o team building online tem mostrado o seu valor e é sobre isso que vamos tratar neste artigo. Acompanhe!

 

O que é team building?

O team building remoto é uma das tendências que mais crescem. As empresas recorrem cada vez mais a atividades como resolução de desafios corporativos online e happy hours em videoconferência para envolver funcionários remotos na cultura da empresa, uni-los e motivá-los.

Mas, falando um bom Português, vamos começar do começo e entender o termo “team building” e o contexto em que ele se originou.

Team building é um conceito que, em tradução livre, significa “construir um time”. Esta ferramenta também é conhecida como “desenvolvimento de equipes” ou “formação de equipes”.

Surgiu entre as décadas de 1920 e 1930, nos Estados Unidos, em Chicago, durante as experiências sobre produtividade realizadas na fábrica da Western Electric Company, chamadas de Estudos Hawthorne

Elton Mayo, o cientista que idealizou e aplicou a pesquisa e analisou os resultados desses estudos, na época, percebeu que a integração social traz impactos positivos na empresa.

E mais: as equipes são mais produtivas quando têm um sentimento de grupo e quando compartilham uma cultura organizacional sadia e positiva.

Portanto, o team building, seja ele remoto ou presencial, é uma prática consciente do trabalho em equipe. Ela foi adotada fortemente na década de 1990 e, no início dos anos 2000, já era amplamente aceita e tida como essencial, sobretudo nas empresas de tecnologia.

O Vale do Silício, não poderia ficar de fora e mergulhou fundo na ideia, tornando-se referência no que diz respeito à cultura de equipe. 

Como disse Steve Jobs: “Grandes coisas nos negócios nunca são feitas por uma pessoa. Eles são feitos por uma equipe de pessoas.”

Naquela época, as empresas daquela região lançaram tendências e conquistaram líderes de outros setores da indústria, que passaram a adotar as mesmas atividades de equipe praticadas por elas, como hackathons, clubes do livro e passeios pomposos em grupo.

 

Qual o objetivo do team building online no trabalho remoto?

Nem tudo gira em torno de eventos glamourosos e de grandes confraternizações. E não falamos isso só por conta dos altos custos que isso implica.

Com o isolamento social imposto pela pandemia do coronavírus, ações como essas ficaram inviáveis e o team building precisou ser pensado de forma remota.

É comum que, quando as equipes saiam do escritório para trabalhar a distância, exista a preocupação com o rendimento dos colaboradores e com a preservação da cultura organizacional.

Líderes, então, passam a ser mais cobrados a respeito dos resultados e, para alcançá-los, optam pelas mais diversas estratégias, como treinamentos, uso de novas ferramentas, implementação de novos processos etc. 

Todos esses investimentos são válidos, porém, se não houver, em paralelo, a construção de uma cultura organizacional palpável, o engajamento dos membros da equipe nunca será o mesmo e, consequentemente, os resultados não serão tão satisfatórios como poderiam ser.

Adotar o team building remoto traz inúmeros benefícios, para a equipe e para a empresa, pois os principais objetivos dessa ferramenta são:

  • integrar os membros da equipe;
  • melhorar a comunicação;
  • estreitar relações;
  • estimular a colaboração;
  • gerar motivação;
  • reforçar o pertencimento ou criar o orgulho de pertencer;
  • manter a cultura da empresa viva, mesmo a distância;
  • colocar as pessoas como protagonistas;
  • fomentar o senso de equipe;
  • melhorar o clima organizacional;
  • desenvolver competências socioemocionais. 

 

A confiança é a base

Segundo Patrick Lencioni, escritor americano e especialista em gestão empresarial, toda equipe encontra cinco desafios pelo caminho: 

  1. ausência de confiança;
  2. medo do conflito;
  3. falta de comprometimento;
  4. fuga da responsabilidade;
  5. falta de atenção aos resultados.

Em equipes a distância, um dos focos do team building remoto é trabalhar a confiança entre os membros.

A confiança é, de acordo com Patrick, a base para o desenvolvimento de conflitos, os quais julga como estopim para a criação de novas ideias.

Com a capacidade de confiar e resolver conflitos, a equipe passa a ter comprometimento – com os resultados, com o propósito da empresa, com o futuro do negócio.

Mesmo no pós-pandemia, lideranças e departamentos de RH de empresas que continuarão com o modelo de trabalho remoto, seguirão buscando atividades de team building.

E caso a organização queira inovar ainda mais, ela pode contratar empresas especializadas, em criar e aplicar dinâmicas de team building remotamente.

 

7 ideias de team building remoto

Não é exagero dizer que existem centenas de dinâmicas, atividades e jogos cooperativos online para realizar o team building remoto. Bom é que, com essa variedade, seus eventos nunca serão iguais! Um estudo feito em 2019 pela Talent LMS mostrou que atividades que envolvem gamificação fazem com que 89% dos funcionários se sintam mais produtivos; 83% dos colaboradores se sintam mais engajados. 

Conheça algumas opções de jogos e outras atividades para team building remoto a seguir.

 

Desafios

Vários temas podem ser escolhidos neste team building remoto, como atualidades, cinema, futebol, artes etc. Os desafios podem vir em forma de quiz, mímica ou desenhos para adivinhação. Equipes maiores podem ser subdivididas. As que mais pontuarem vencem. Uma boa ferramenta para usar aqui é o Kahoot.

 

Não vale dizer sim e não

Os colaboradores precisam deixar a câmera ligada e passar por uma rodada de perguntas, como uma entrevista. Para quebrar o gelo e para que cada um possa conhecer mais do outro, a ideia é fazer perguntas relacionadas à história de vida da pessoa. Sempre mantendo a discrição e o respeito, tá? Nessa dinâmica de team building remoto, as respostas devem ser bem elaboradas e criativas, pois é proibido dizer “sim” e “não”, mesmo diante de perguntas fáceis, como, por exemplo: “Você trabalha aqui na empresa?”.

Caso alguém responda com as palavrinhas proibidas, essa pessoa deve desligar a câmera. Vence quem conseguir ficar com a câmera ligada até o fim.

 

5 palavras

É lançado um tema e cada pessoa deve dizer cinco palavras relacionadas. Por exemplo: para “cidade”, poderíamos citar: ruas, carros, casas, cidadãos, comércio. Para tornar o jogo ainda mais dinâmico, deve-se delimitar um tempo para cada resposta. E para dificultar ainda mais, as palavras podem ser ditas em ordem alfabética. Bem desafiadora essa atividade de team building remoto, não?

 

Hora de relaxar

Organizar sessões de Yoga, alongamento e ginástica laboral online também são boas opções para descontrair – literalmente!

 

Refeição virtual para conhecer melhor os colegas

Alguns dias antes deste encontro de team build remoto, peça que toda a equipe separe algo de que se orgulhe ou que lhe traga alegria. Uma vez no mês ou no semestre, organize um almoço ou um lanche virtual.

Depois da refeição, que pode ser oferecida pela empresa, através de vouchers em aplicativos de delivery, peça que toda a equipe mostre o que separou para compartilhar com os demais em poucos minutos. Pode ser um animal de estimação, uma planta, um disco, um certificado.

 

Concurso de legendas de foto

Escolha algumas fotos e memes engraçados que circulam na Internet e envie tudo por e-mail para a equipe antes da reunião, pedindo que pensem em legendas para as imagens. Reúna as respostas numa apresentação e apresente na reunião. Sem dúvida, esse team building remoto vai ser muito divertido!

Você pode usar o Padlet ou o Mentimeter nesta atividade.

 

Jogo das preferências

Selecione perguntas para serem respondidas pela equipe e faça dois círculos virtuais, um com cada alternativa de resposta. Por exemplo: “Você preferiria viajar no tempo para o passado ou para o futuro?”; “Você prefere uma expedição para outro planeta ou para o fundo do mar?”; “Você preferiria voar ou ficar invisível?”

Peça que cada pessoa coloque um post-it virtual com o seu nome no círculo da resposta que escolheu. Você pode usar o Miro para esta atividade de team building remoto.

 

Como fazer um bom team building virtual?

Como já dissemos, com a migração para o modelo de trabalho remoto, ou home office, sobretudo durante a pandemia do coronavírus, as técnicas, dinâmicas ou atividades, passaram a ser aplicadas virtualmente, com o intuito de integrar o time remoto e melhorar a comunicação entre os colegas.

Mas, é preciso um planejamento para fazer o team building remoto funcionar da melhor forma. 

Se a ideia é melhorar o clima organizacional, não podemos começar impondo nada, concorda? É preciso conquistar e atrair a atenção de todos, pois, para que o team building remoto funcione, todos precisam estar dispostos a fazer acontecer e dar certo.

Então, tudo começa com um diálogo com os colegas. Se você está na liderança, pode perguntar à sua equipe se eles gostariam de ter alguns momentos de descontração, para que possam se conhecer melhor, quebrar o gelo e melhorar a convivência.

Apresente também as vantagens que cada um terá individualmente, como a oportunidade de desenvolver habilidades ou mesmo mostrá-las ao resto do time.

Confira, a seguir, um esboço de programação que você pode elaborar para que o team building remoto seja eficaz e contínuo.

 

Considere as características da equipe

Ambientes de trabalho divertidos e sociáveis são preferência da Geração Y, ou seja, os nascidos entre 1981 e 1995. Para aplicar atividades de team building remoto adequadas, leve em consideração contextos sociais e outros aspectos importantes da equipe, como faixa etária, limitações e desafios que tem enfrentado e tempo na empresa de cada integrante.

 

Estabeleça um propósito

A cada atividade de team building remoto, pense no que você almeja alcançar. Mesmo sabendo de todos os benefícios que ele pode trazer, é importante estabelecer um objetivo, um indicador. 

Promover o bem-estar, quebrar o gelo, realizar um treinamento específico, ter um momento de diversão são algumas opções. Aplica cada dinâmica com um propósito.

Antes de começar, apresente a atividade e o propósito dela.

 

Peça e forneça feedbacks

No dia a dia, pergunte sempre à equipe se eles gostaram das atividades ou das dinâmicas aplicadas e peça sugestões de novos exercícios.

 

Mantenha uma frequência

Algumas condições podem desestabilizar a confiança e a coesão da equipe. Situações como queda de performance, surgimento de problemas de relacionamento, chegada de novos integrantes, mudança de liderança podem sinalizar que é hora de realizar um team building remoto.

Mas não é preciso esperar que elas aconteçam. Reserve um tempo na sua agenda e faça com que os encontros de team building remoto sejam recorrentes.

Acredite: mudanças positivas podem ocorrer quando nos distanciamos da rotina de trabalho e nos relacionamos de forma mais humana e próxima, ainda que virtualmente!

 

Uma ferramenta de gestão remota para melhorar a produtividade

Se você está buscando integrar a equipe e melhorar os fluxos das demandas, considere adorar uma ferramenta de gestão que se encaixa perfeitamente em qualquer equipe remota.

Além de adotar o team building remoto, experimente usar a Flowup, que mantém as suas tarefas organizadas e as equipes unidas, produtivas e colaborativas.

Na Flowup, tudo o que você precisa fica em um só lugar, o que reduz tempo e custos. E você ainda pode escolher entre os métodos Kanban ou diagrama de Gantt para acompanhar o status das tarefas, além de centralizar a comunicação da equipe.

Conheça agora a solução da Flowup e faça um teste gratuito!