Gestão de Tempo

Como criar uma boa rotina para trabalho remoto?

13 min de leitura | 30 de agosto 2021

É difícil pensar em qualquer área da vida ou do mundo que não foi afetada pela pandemia de Covid-19, que funcionou como um catalisador de transformações. Mudanças nas relações das pessoas com o trabalho, que já vinham acontecendo ao longo dos últimos anos, acabaram por se consolidar de uma hora para outra enquanto ainda aprendemos a lidar com elas.

Grande parte dos escritórios migrou para dentro de casa e isso afetou a vida das pessoas profundamente, de maneiras positivas e negativas. O ideal, no entanto, é se organizar para que o home office aconteça da melhor forma possível e os aspectos positivos dessa mudança se sobressaiam! Se você quer saber quais são eles e como criar uma boa rotina para trabalho remoto que te ajude a tirar o máximo dessa nova forma de trabalhar, continue na leitura do texto!

 

Benefícios do trabalho remoto

Por mais que o início da jornada do home office tenha sido abrupto e inesperado para muitos profissionais e empresas, esse formato definitivamente não foi criado por conta da pandemia e já era adotado por algumas companhias mundo afora, que já percebiam seus benefícios.

 

Benefícios para os colaboradores

Um colaborador que trabalha remotamente pode aproveitar melhor o seu tempo, já que deixar de gastar minutos do dia (ou, até mesmo, horas!) com deslocamento faz muita diferença. A proximidade com a família também pode ser bastante positiva, já que entre uma reunião estressante e uma demanda exaustiva é possível trocar uma ideia com o cônjuge, dar uma risada com os filhos ou, até mesmo, dar aquela afofada no bichinho de estimação, o que diminui os níveis de estresse e eleva a satisfação. 

A autonomia e a liberdade que aumentam com o trabalho de casa ou os regimes híbridos também são muito satisfatórias para o funcionário, além de aumentarem sua autoconfiança —sabendo que a empresa confia nele, ele trabalha muito mais motivado. 

 

Benefícios para as empresas

Para a companhia, por sua vez, os benefícios não são menos impactantes! Diversos custos sociais, fiscais e operacionais são diminuídos quando a maior parte dos funcionários trabalha de casa, ao mesmo tempo em que a produtividade e a motivação geral da equipe aumentam. 

Uma pesquisa realizada em 2019 pela Harvard Business School demonstra que a produtividade das equipes analisadas cresceu em mais de 4% com a adoção dos regimes flexíveis de trabalho, o que está relacionado diretamente com o nível de satisfação dos funcionários, que se sentem mais felizes com a possibilidade de trabalhar de casa (ou de onde quiserem).

Além disso, as ocorrências de faltas ou atrasos também diminuem consideravelmente, já que o colaborador não precisa mais chegar a um lugar específico para realizar seu trabalho, evitando que sofra imprevistos como “ficar preso no trânsito”. Ter um computador com internet à mão significa que já se está no trabalho.

Por fim, a empresa que oferece regimes de trabalho flexíveis também sai na frente na competitividade pelos melhores profissionais, que buscam cada vez mais por liberdade em suas relações de trabalho. Também acaba por ter acesso a muito mais possibilidades de contratação, visto que a distância deixa de ser uma questão. 

 

Como criar uma rotina saudável para o trabalho remoto

Agora que você já conhece os benefícios, saiba como criar uma rotina consistente e saudável para o trabalho remoto, de modo a aproveitá-lo sem se deparar com os ônus desse modelo de trabalho que, em geral, advém da desorganização. 

 

1. Comece o dia cedo e com calma!

Uma das vantagens inegáveis do trabalho remoto é o tempo que se ganha quando a necessidade do deslocamento desaparece da rotina. Você não precisa mais acordar mais tanto tempo antes da hora de começar a trabalhar e já começar o dia se estressando com o trânsito, o que é excelente.

No entanto, é comum que as pessoas se percam nesse hábito e passem a acordar apenas 5 minutos antes do primeiro compromisso do dia, precisando, então, pular direto da cama para a tela do computador, antes de sequer abrir os olhos direito.

Para criar uma relação mais saudável com o trabalho no dia a dia, planeje as suas manhãs com mais calma. Acorde mais cedo para que, antes da função começar, você tenha um tempo para se espreguiçar e cuidar de você. Lave o rosto e escove os dentes com calma, troque de roupa, tome um café da manhã e só depois disso abra o e-mail do trabalho. 

Garanta-se esse tempo de habituação ao novo dia antes de cair de paraquedas em uma demanda ou reunião: por mais que nos primeiros dias possa parecer incômodo acordar um pouco mais cedo, a construção dessa rotina mais saudável vai valer a pena, principalmente pela sua saúde mental.

 

2. Acredite no poder da organização

Ao trabalhar fora de casa, as pessoas costumam organizar sua vida e compromissos de acordo com os horários em que estão na empresa. A divisão fica um pouco mais clara: o que é trabalho é feito dentro do escritório, e todo o resto da vida acontece da porta para fora.

Quando o trabalho se muda para dentro de casa, no entanto, é preciso se atentar ainda mais à organização, tanto para não deixar as distrações da vida interferirem na rotina do trabalho quanto para não ser sugado por ele e se exaurir mentalmente, já que não existe mais um espaço físico do qual você vai embora ao final do expediente.

Defina bem o seu horário de trabalho e faça o possível para se ater a ele, agindo como se estivesse no escritório externo, sem cair na tentação de resolver pendências domésticas ao longo do expediente. Da mesma forma, evite abrir o e-mail corporativo fora do horário de trabalho. 

Saber separar os momentos de descanso e de trabalho é fundamental para manter uma rotina sustentável e saudável de home office e, para isso, organização é palavra de ordem. Encontre o método que mais funciona para você, seja ele uma agenda digital ou de papel e anote todos os seus compromissos, prevendo o tempo necessário para a realização de cada um deles, evitando, assim, se perder em meio às demandas e deixar a vida pessoal e a vida profissional se entrelaçarem completamente.

 

3. Separe um ambiente para o trabalho

Nem todo mundo pôde se preparar o suficiente para a migração do trabalho para o home office, ou mesmo conta com um cômodo extra em casa para a montagem de um escritório. Da forma que for possível, no entanto, é importante reservar um espaço exclusivo para o trabalho, para que você crie a associação daquele ambiente da casa como um momento de estar focada e pronta para atender às demandas do dia.

Se não houver um cômodo específico para isso, que seja uma mesa! Nunca, nunca, nunca trabalhe da cama: não invada seu espaço de descanso dessa maneira, senão sua cabeça não vai conseguir se desligar nem quando você deitar para dormir. 

Caso você não consiga criar esse espaço dentro de casa, cogite a possibilidade de alugar uma mesa em um coworking ou, até mesmo, vez ou outra, trabalhar em cafés ou bibliotecas que contam com internet, se for importante mudar um pouco de ares. 

 

4. Preste atenção na ergonomia!

Ter um ambiente preparado para o trabalho é importante, também, para a saúde do seu corpo. Trabalhar do sofá pode parecer muito confortável no início, mas não é nada saudável a longo prazo e pode trazer grandes prejuízos para sua coluna. Mesmo que você esteja na mesa, uma cadeira de jantar também não é a opção ideal por muito tempo.

Considere a opção de adquirir uma boa cadeira de escritório, com a altura correta para o posicionamento de suas pernas e joelhos em 90 graus, e apoio para os braços. Caso você more em uma cidade mais quente, uma cadeira telada pode fazer sentido para aumentar o conforto térmico!

 

5. Concentre-se no trabalho

Se organizar previamente e encontrar um ambiente destinado ao trabalho são elementos importantes para te ajudar na concentração, mas é preciso se esforçar um pouco mais nesse ponto. Se temos a oportunidade de trabalhar de casa é porque, em primeiro lugar, trabalhamos sumariamente do computador, certo? A tecnologia está totalmente entranhada na nossa vida e, do mesmo jeito que ela nos possibilita trabalhar de qualquer lugar, ela está o tempo todo oferecendo distrações.

Uma boa maneira de minimizá-las para aumentar o foco é bloquear as notificações do celular, principalmente as advindas das redes sociais. Todo mundo já caiu na tentação de “olhar rapidinho o Instagram” e de repente se percebeu por minutos a fio rolando um feed interminável e isso não é culpa do usuário: as redes sociais são pensadas e estruturadas para que você gaste tempo ali sem perceber.

Outra atitude essencial para maximizar o foco é planejar as pausas! Sim, parece contraditório, mas ninguém é de ferro e consegue trabalhar por horas sem parar sem se dar ao direito de descansar ou pensar em outras coisas, mesmo que por poucos minutos. Para isso, existem métodos como o Pomodoro, que prevê que para cada 25 minutos de trabalho, você possa descansar por 5. (Aproveite as pausas para levantar da cadeira, se alongar e beber uma água!)

Além dele, existem outras possibilidades de rotina de trabalho que prevêem pausas e, se você quiser usar a tecnologia ao seu favor, estão disponíveis até aplicativos que ajudam a manter o foco, contando tempo e bloqueando o celular para você nos momentos “proibidos”. 

Se você está trabalhando de casa e não mora sozinho, vale ter uma conversa com todos os outros habitantes da casa pedindo colaboração. Explique quem de tal a tal horário você estará ocupado e que não deve ser interrompido — e aproveite para prometer também, a si mesmo e a sua família que, da mesma forma, não pretende interromper os momentos de lazer ao lado deles com demandas de trabalho que aparecem fora do horário!

Se você acredita que se beneficiou deste conteúdo, não hesite em compartilhá-lo com colegas de trabalho ou amigos que estejam trabalhando remotamente! Caso você esteja pesquisando sobre o assunto enquanto empresa, não deixe de passar essas instruções para seus colaboradores.

Incentivando o seu time a criar uma rotina sólida e sustentável de trabalho remoto, a produtividade da empresa só tem a crescer, assim como os níveis de satisfação dos funcionários! E é possível contar, também, com um software de gestão empresarial que abranja todas as áreas da empresa, para que nada se perca na comunicação remota, que tal?

O Flowup é um sistema de gestão que permite controlar todas as equipes e tarefas da empresa, assim como as questões financeiras, tudo em um só lugar, economizando tempo e evitando maiores custos! Para conhecer o software e testá-lo gratuitamente por 15 dias é só clicar no botão abaixo!

Teste grátis